CENTRAL DE ATENDIMENTO: 11 3426-9889

8D - MASP

Ainda em fase BETA, o QualityManager traz mais uma novidade para seus parceiros – o módulo 8D – que objetiva oferecer uma solução completa para controle e análise das Não Conformidades encontradas nos processos de qualidade, tanto internamente (na própria planta), quando externamente (em seus fornecedores).

QUERO ME CADASTRAR NO TREINAMENTO

O MASP é uma das técnicas de solução de problemas mais utilizadas e conhecidas e, que se fortalece ainda mais quando utilizada em conjunto com outras ferramentas da qualidade. Associe-se a isto ao fato de fazer uso, e, na verdade ser o desdobramento de um conceito fundamental na qualidade nos dias de hoje: o PDCA.

-Sergio Canossa

Este macroprocesso de gestão pode ser entendido através destes oito passos:

  1. Formação da equipe: O primeiro passo é a definição das pessoas que participarão do processo. Estes serão os responsáveis pela elaboração do plano de ação, bem como suas metas e prazos. Todos devem estar cientes de suas responsabilidades e expectativas em relação ao resultado final.
  2. Descrição do problema: Nesta etapa, serão descritas todas as informações possíveis a respeito do problema encontrado. Estas informações serão de suma importância para formulação do plano de ação e para o andamento dos seguintes passos do processo.
  3. Implementação de ações de contenção: Após a elaboração do plano de ação pela equipe responsável, devem ser efetivadas as ações interinas ou de contenção descritas neste plano. O objetivo aqui é a coleta de dados, a fim de acertar todos os parâmetros de execução que poderão ser utilizados permanentemente.
  4. Definição da Causa Raiz: Considerando as informações coletadas nas fases anteriores, é hora da definição da(s) causa(s) raiz(es) do problema relatado. Neste ponto do processo, serão usados gráficos de Ishikawa, 5 Porquês e o formulário É / Não é.
  5. Definição das ações corretivas permanentes:  Com a definição do(s) erro(s) e causa(s) raiz(es), e resultados das ações de contenção, devem ser estudadas soluções que sejam capazes de abranger todas as características da falha, considerando fatores como matéria-prima, material, máquina, pessoas, etc.
  6. Implementação das ações corretivas permanentes: Assim como o Plano de Controle de Pré-Lançamento e o Plano de Controle de Produção, chega a hora de se colocar em prática o que foi definido como ação permanente para o processo. Efetivar a ação permanente não é o suficiente, é necessário também avaliar a eficácia da mesma.
  7. Prevenção da reincidência: “É melhor prevenir do que remediar!” – este é o significado desta etapa. Após a implementação das ações, é necessário que se haja a prevenção que não exista a recorrência do problema.
  8. Reconhecimento da equipe: Por fim e não menos importante é o reconhecimento da equipe envolvida neste processo. Parabenizar os funcionários envolvidos é uma maneira de premiar e motivar para que os resultados sejam sempre os melhores.

A descoberta de anomalias, se não for seguida da adoção das medidas saneadoras, será algo inútil

-Ishikawa, 1986.

Entre em contato com nossa equipe para pedir a liberação do módulo na sua versão atual do sistema. É gratuita!

SOLICITAR AGORA

CONHEÇA O MÓDULO

Sob este enfoque, o QualityManager® tem o prazer de apresentar em sua nova versão, o módulo 8D. Baseados nos mesmos princípios empregados nas já renomadas versões de APQP e Portal de Fornecedores, foi desenvolvido um módulo para Análise e Solução de Problemas, onde nossos parceiros podem integrar mais uma parte de seu processo de qualidade junto a nossa ferramenta.

AGENDAR UMA CONSULTORIA GRATUITA

Agende uma demonstração com um dos nossos
especialistas e descubra como o QualityManager®
pode ajudar a sua empresa.